quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Sonhos em Amarelo: O Garoto que não esqueceu Van Gogh

Sempre fui uma grande amante de arte (de diversos gêneros), mas alguns artistas tem um lugar especial no meu coração, um deles é Van Gogh. Tanto seus trabalhos como sua história são repletos de mistérios, e em “Sonhos em Amarelo” são especuladas respostas cheias de criatividade.
Luiz Antonio Aguiar, o autor do livro, juntou fatos da vida de Van Gogh com uma história que por si só já é demais!


O livro é narrado por um garoto de onze anos chamado Camille que escreve para sua irmã. Seu pai, o carteiro da cidade (mas não um carteiro como os outros), Joseph Roulin, acolheu Van Gogh nos seus últimos anos e também nos mais criativos (e ai está a parte verdadeira, Van Gogh pintou somente nos seus últimos 10 anos de vida e seus quadros mais famosos são justamente na época em que viveu muito próximo da família Roulin).

Bom, Camille observava (a principio) o mestre de longe, mas sua imaginação e todas as perguntas que tinha sobre aquele homem ruivo, estranho e com uma arte peculiar se formavam rápido, como uma típica criança sabe fazer. Depois de um tempo, Camiille passa a entregar as tintas e materiais de Van Gogh, se aproximando cada vez mais, e é ai que começa a entender sua arte, que era tão criticada e, também, toda a bagunça de sentimentos que o pintor se encontrava (que convenhamos, faz sentir que temos a melhor vida do mundo).

Muitos quadros de Van Gogh são explicados também, como “O Garoto de Quepe” que não é nada mais nada menos que o pequeno Camille, “Girassóis” ou “Campo de trigo com corvos”, entre tantas outras obras. Ao decorrer do livro são listadas várias curiosidades, sempre de um jeito criativo e emocionante, e de como a situação de Van Gogh afetava a vida do nosso narrador.


"Campo de trigos com corvos"                                       "O garoto de quepe"
    "Girassóis"

O livro é pequeno, BEM pequeno mesmo, então nesse final de férias não atrapalha estudos/trabalho! A única coisa que senti realmente falta são as imagens das obras mencionadas, fiquei procurando na internet muitas obras que não conhecia, o que me atrasou um pouco, mas fora isso o livro é fantástico!
Outro aspecto interessante é como o autor nos descreve a época e os acontecimentos importantes, logo no início do livro vemos comentários sobre a Torre Eiffel, recém construída na época.


Muitos abraços de urso e ótima leitura!
Tissa

Nenhum comentário:

Postar um comentário